Epidemiologia

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Epidemiologia by Mind Map: Epidemiologia

1. trouxe a ideia que o médico poderia predizer a evolução de uma doença mediante a observação de um número específico de casos.

2. Ex.: um pequeno numero de bactérias, vírus e parasitas causa a maioria das epidemias

3. medidas de frequência de doenças são baseadas nos conceitos fundamentais de incidência e prevalência

3.1. Incidência: frequência com que surgem novos casos de uma doença num intervalo de tempo

3.2. Prevalência número de casos existentes de uma doença em um dado momento

4. medir saúde e doença

5. Quantitativo = quantidade

6. Utilizamos a bioestatística para calcular e reduzir os dados

7. saúde é um estado de completo bem estar, físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença

7.1. conceito: é uma ciência que utiliza métodos quantitativos para o estudo dos problemas de saúde

7.1.1. epidemiologia clínica

7.2. Doença: compreende todas as mudanças desfavoráveis em saúde, incluindo acidentes e doenças mentais.

8. os acontecimentos do passado norteiam as ações do presente

9. Hipócrates (460-377 a.C) médico grego ao invés de atribuir uma origem divina as doenças, discute suas causas ambientais (clima, água etc...)

9.1. medicina preventiva

9.2. Teoria dos Miamas: resultado da emanação de animais e plantas em decomposição, resultando em má qualidade do ar

10. Galeno (201-130 a.C) responsável pela saúde do imperador mostrou que artérias transportavam sangue não ar

10.1. Responsável pelo controle de óbitos e nascimentos.

11. John Snow concluiu que a água era o principal agente transmissor da cólera

12. Fontes de informações: censos demográficos, sistemas de informações de saúde, registro de doenças, policiais...

13. Epidemia: ocorrência de uma região ou comunidade de um número de casos em excesso, em relação ao que normalmente seria esperado

14. Endemias: quando em uma área geográfica ou grupo populacional apresenta um padrão de ocorrência relativamente estável com elevada incidência ou prevalência.

14.1. ex.: Doença de chagas, açaí-Pará

15. Pandemia: afeta vários países do mundo.

15.1. ex.: Surto meningite-se espalhou (epidemia) em vários países da América do Sul. Coronavírus

16. Medindo a falta de saúde: morte, doença (física e mental) e agravos

17. População de risco: pessoas susceptíveis a determinadas doenças, são estudadas conforme fatores demográficos, geográficos e ambientais.

17.1. Risco: conceito matemático de probabilidade de ocorrência de uma doença, agravo, óbito ou condição relacionada à saúde (incluindo cura, recuperação ou melhora), em um população ou grupo, durante um período determinado

17.2. População: são grupos humanos definidos pelo seguinte conjunto de características comuns: sociais, culturais, econômicas, geográficas e históricas.

18. Fator de risco: pode ser prevenido.

18.1. Ex.: sedentarismo, obesidade...

19. Marcadores de risco: atributos inevitaveis.

19.1. Ex.: doenças genéticas, grupo étnico para doença coronariana

20. Aplicações: Descrever as condições de saúde da população, identificar quais são os fatores determinantes da situação de saúde, avaliar o impacto das ações e políticas de saúde

21. Conquistas epidemiológicas: Varíola, Envenenamento por metilmercúrio, Febre reumática e doença cardíaca reumática, Distúrbios por deficiência de iodo, HIV/AIDS....

22. Definição: foi definida por Last como “o estudo da distribuição e dos determinantes de estados ou eventos relacionados à saúde em populações específicas, e sua aplicação na prevenção e controle dos problemas de saúde”.

23. CIFIS: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde.

23.1. Modelo biopsicossocial que integra habilidades e incapacidades e proporciona uma perspectiva coerente de vários aspectos da funcionalidade e da incapacidade.

24. CID-10: Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde