METODOLOGIA CIENTÍFICA

Kom i gang. Det er Gratis
eller tilmeld med din email adresse
METODOLOGIA CIENTÍFICA af Mind Map: METODOLOGIA CIENTÍFICA

1. PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS

1.1. LEITURA

1.1.1. ELEMENTOS

1.1.2. LEITURA PROVEITOSA

1.1.3. OBJETIVOS

1.1.4. FASES

1.1.5. EXEMPLOS

1.1.6. RESUMIR E SUBLINHAR

1.2. ANÁLISE DO TEXTO

1.2.1. FASES

1.2.2. OBJETIVOS E PROCEDIMENTOS

1.2.3. PARTE DA ANÁLISE DO TEXTO

1.2.4. TIPOS DE ANÁLISE

1.2.5. EXEMPLOS DE ANÁLISE

1.3. SEMINÁRIO

1.3.1. ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

1.3.2. FONTES

1.3.3. COMPONENTES

1.3.4. ETAPAS

1.3.4.1. DEFINIÇÃO DO ESTUDO

1.3.4.2. DEFINIÇÃO DOS TÓPICOS

1.3.4.3. DIVISÃO DOS ASSUNTOS

1.3.4.4. ANÁLISE DE CONTEÚDO

1.3.4.5. CONSTRUÇÃO

1.3.4.6. APRESENTAÇÃO

1.3.5. EXEMPLOS

1.3.5.1. PREPARAÇÃO

1.3.5.2. ROTEIRO

1.3.5.3. AVALIAÇÃO

2. PESQUISAS BIBLIOGRÁFICAS

2.1. FASES

2.1.1. ESCOLHA DE TEMA

2.1.2. ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTUDO

2.1.3. IDENTIFICAÇÃO

2.1.4. LOCALIZAÇÃO

2.1.5. COMPILAÇÃO

2.1.6. FICHAMENTO

2.1.7. ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO

2.1.8. REDAÇÃO

2.2. FICHAS

2.2.1. ASPECTOS FÍSICOS

2.2.2. COMPOSIÇÃO

2.2.2.1. CABEÇALHO

2.2.2.2. REFERÊNCIAS

2.2.2.3. CORPO OU TEXTO

2.2.2.4. INDICAÇÕES

2.2.2.5. LOCAL

2.2.3. CONTEÚDO

2.2.3.1. BIBLIOGRÁFICAS

2.2.3.2. CITAÇÕES

2.2.3.3. RESUMO OU CONTEÚDO

2.2.3.4. ESBOÇO

2.2.3.5. COMENTÁRIO

2.2.4. TIPOS DE MANZO

2.2.4.1. COMENTÁRIO

2.2.4.2. INFORMAÇÕES GERAIS

2.2.4.3. GLOSA

2.2.4.4. RESUMO

2.2.4.5. CITAÇÕES

2.3. RESUMO

2.3.1. CONTEÚDO, FINALIDADE E CARÁTER

2.3.2. COMO RESUMIR

2.3.3. TIPOS

2.3.3.1. INFORMATIVO OU ANALÍTICO

2.3.3.2. INDICATIVO OU DESCRITIVO

2.3.3.3. CRÍTICO

3. CIÊNCIA E CONHECIMENTO CIENTÍFICO

3.1. CONHECIMENTO CIENTÍFICO E OUTROS CONHECIMENTOS

3.1.1. CONHECIMENTO POPULAR E CARACTERÍSTICAS

3.1.2. CONHECIMENTO CIENTÍFICO

3.1.3. CONHECIMENTO FILOSÓFICO

3.1.4. CONHECIMENTO RELIGIOSO

3.2. CONHECIMENTO DA CIÊNCIA

3.3. CLASSIFICAÇÃO E DIVISÃO DA CIÊNCIA

4. MÉTODOS CIENTÍFICOS

4.1. CONCEITO

4.2. DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO

4.3. TIPOS

4.3.1. INDUTIVOS

4.3.1.1. CARACTERIZAÇÃO, LEIS E FASES

4.3.1.2. FORMAS

4.3.1.2.1. COMPLETA

4.3.1.2.2. INCOMPLETA

4.3.2. DEDUTIVOS

4.3.2.1. ARGUMENTOS INDUTIVOS E DEDUTIVOS

4.3.2.2. CONDICIONAIS

4.3.3. HIPOTÉTICO-DEDUTIVOS

4.3.3.1. POR POPPER

4.3.3.1.1. PROBLEMA

4.3.3.1.2. CONJECTURA

4.3.3.1.3. TENTATIVA DE FALSEAMENTO

4.3.3.2. POR BUNGE

4.3.3.2.1. COLOCAÇÃO DE PROBLEMA

4.3.3.2.2. CONSTRUÇÃO DE UM MÉTODO TEÓRICO

4.3.3.2.3. DEDUÇÃO DE CONSEQUÊNCIAS PARTICULARES

4.3.3.2.4. TESTE DE HIPÓTESE

4.3.3.2.5. ADIÇÃO OU INTRODUÇÃO DAS CONCLUSÕES NA TEORIA

4.3.4. DIALÉTICO

4.3.4.1. AS LEIS

4.3.4.1.1. AÇÕES RECIPROCAS

4.3.4.1.2. MUDANÇA DIALÉTICAS

4.3.4.1.3. DA QUANTIDADE À QUALIDADE

4.3.4.1.4. INTERPENETRAÇÃO DOS CONTRÁRIOS

4.3.5. ESPECÍFICOS DA CIÊNCIA SOCIAL

4.3.5.1. MÉTODOS

4.3.5.1.1. HISTÓRICOS

4.3.5.1.2. COMPARATIVOS

4.3.5.1.3. MONOGRÁFICOS

4.3.5.1.4. ESTATÍSTICOS

4.3.5.1.5. TIPOLÓGICO

4.3.5.1.6. FUNCIONALISTAS

4.3.5.1.7. ESTRUTURALISTAS

5. FATOS, LEIS E TEORIAS

5.1. TEORIAS E FATOS

5.2. TEORIAS E LEIS

6. HIPÓTESES

6.1. CONCEITO

6.2. TEMA,PROBABILIDADE E HIPÓTESE

6.3. FONTES DE ELABORAÇÃO

7. VARIÁVEIS

7.1. CONCEITO

7.2. TIPOS

7.2.1. NO UNIVERSO DA CIÊNCIA

7.2.2. INDEPENDENTES E DEPENDENTES

7.2.3. MODERADOS E DE CONTROLE

7.2.4. EXTRINSECAS E COMPONENTES

7.2.5. INTERVENIENTES E ANTECEDETES

8. PESQUISA

8.1. CONCEITO

8.2. PLANEJAMENTO

8.2.1. PREPARAÇÃO DA PESQUISA

8.2.2. FASES DA PESQUISA

8.2.3. EXECUÇÃO DA PESQUISA

8.2.4. RELATÓRIO

9. TÉCNICA DE PESQUISA

9.1. DOCUMENTAÇÃO INDIRETA

9.1.1. TIPOS DE FONTES

9.1.1.1. IMPRENSA ESCRITA

9.1.1.2. MEIOS AUDIOVISUAIS

9.1.1.3. MATERIAL CARTOGRÁFICOS

9.1.1.4. PUBLICAÇÕES

9.2. DOCUMENTAÇÃO DIRETA

9.2.1. PESQUISA DE CAMPO

9.2.1.1. QUANTITATIVOS-DESCRITIVOS

9.2.1.2. EXPLORATÓRICOS

9.2.1.3. EXPERIMENTAIS

9.3. OBSERVAÇÃO DIRETA INTENSIVA

9.4. OBSERVAÇÃO DIRETA EXTENSIVA

10. TRABALHOS CIENTÍFICOS

10.1. NOÇÕES PRELIMINARES

10.2. ESTRUTURA DO PROJETO

10.2.1. APRESENTAÇÃO

10.2.2. OBJETIVO

10.2.3. JUSTIFICATVA

10.2.4. OBJETO

10.2.5. METODOLOGIA

10.2.6. EMBASAMENTO

10.2.7. CRONOGRAMA

10.2.8. ORÇAMENTO

10.2.9. INSTRUMENTO DE PESQUISA

10.2.10. BIBLIOGRAFIA

10.3. PRÉ-TESTE

10.4. ESTRUTURA DE RELATÓRIO

10.4.1. APRESENTAÇÃO

10.4.1.1. CAPA

10.4.1.2. PÁGINA DE ROSTO

10.4.1.3. COORDENADOR

10.4.1.4. EQUIPE TÉCNICA

10.4.1.5. LOCAL E DATA

10.4.2. SINOPSE

10.4.3. SUMÁRIO

10.4.4. INTRODUÇÃO

10.4.4.1. OBJETIVO

10.4.4.2. JUSTIFICATIVA

10.4.4.3. OBJETO

10.4.5. REVISÃO DA BIBLIOGRAFIA

10.4.6. METODOLOGIA

10.4.6.1. MÉTODO DE ABORDAGEM

10.4.6.2. MÉTODO DE PROCEDIMENTO

10.4.6.3. TÉCNICAS

10.4.6.4. DELIMITAÇÃO DO UNIVERSO

10.4.6.5. TIPO DE AMOSTRAGEM

10.4.7. EMBASAMENTO TEORICO

10.4.7.1. TEORIA DE BASE

10.4.7.2. DEFINIÇÃO DOS TERMOS

10.4.8. APRESENTAÇÃO DE DADOS E SUA ANÁLISE

10.4.9. INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS

10.4.10. CONCLUSÃO

10.4.11. RECOMENDAÇÕES E SUGESTÕES

10.5. MONOGRAFIA

10.5.1. CONCEITO

10.5.2. CARACTERÍSTICAS

10.5.3. ESTRUTURA

10.5.3.1. INTRODUÇÃO

10.5.3.2. DESENVOLVIMENTO

10.5.3.2.1. EXPLICAÇÃO

10.5.3.2.2. DISCUSSÃO

10.5.3.2.3. DEMONSTRAÇÃO

10.5.3.3. CONCLUSÃO

10.6. DISSERTAÇÃO

10.6.1. CONCEITO

10.6.2. TIPOS

10.6.2.1. MONOGRÁFICA

10.6.2.2. CIENTÍFICA

10.6.2.3. EXPOSITIVA

10.6.2.4. ARGUMENTATIVA

10.7. TESE

10.7.1. CONCEITOS

10.7.2. OBJETIVOS

10.7.3. EFICIÊNCIA

10.7.4. ESTRUTURA

10.7.4.1. INTRODUÇÃO

10.7.4.2. DESENVOLVIMENTO

10.7.4.3. PARTE REFERENCIAL

10.7.4.4. CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS

10.7.4.5. REDAÇÃO

10.7.4.5.1. REGRAS

10.7.4.5.2. ESTILOS

11. PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA

11.1. COMUNICAÇÃO

11.1.1. COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

11.1.1.1. ASPECTOS DA COMUNICAÇÃO

11.1.1.1.1. FINALIDADE

11.1.1.1.2. INFORMAÇÕES

11.1.1.1.3. ESTRUTURA

11.1.1.1.4. LINGUAGEM

11.1.1.1.5. ABORDAGEM

11.1.1.2. TIPOS

11.1.1.2.1. ESTUDOS BREVES

11.1.1.2.2. SUGESTÕES

11.1.1.2.3. TEXTOS FILOSÓFICOS

11.1.1.2.4. APRECIAÇÃO

11.1.1.2.5. FIXAÇÃO DE ENFOQUE

11.1.1.2.6. RECENSÃO PARTICULAR DE UM LIVRO

11.1.1.2.7. CRÔNICAS

11.1.1.2.8. BREVES APRECIAÇÕES

11.1.1.3. ESTRUTURA

11.1.1.3.1. FOLHA D ROSTO

11.1.1.3.2. SINOPSE

11.1.1.3.3. CONTEÚDO

11.1.1.3.4. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICAS

11.2. ARTIGOS CIENTÍFICOS

11.2.1. ESTRUTURA DO ARTIGO

11.2.1.1. PRELIMINARES

11.2.1.1.1. CABEÇALHO

11.2.1.1.2. AUTOR

11.2.1.1.3. CREDENCIAIS DOS AUTTORES

11.2.1.1.4. LOCAL DE ATIVIDADE

11.2.1.2. SINOSE

11.2.1.3. CORPO DO ARTIGO

11.2.1.3.1. INTRODUÇÃO

11.2.1.3.2. TEXTO

11.2.1.3.3. COMENTÁRIOS

11.2.1.4. PARTE REFERENCIAL

11.2.1.4.1. BIBLIOGRAFIA

11.2.1.4.2. APÊNDICE

11.2.1.4.3. AGRADECIMENTOS

11.2.1.4.4. DATA

11.2.1.5. MOTIVAÇÃO

11.2.1.6. ESTILO

11.2.1.7. AVALIAÇÃO

11.3. INFORME CIENTÍFICO

11.4. RESENHA CRÍTICA

11.4.1. CONCEITO E FINALIDADE

11.4.2. REQUISITOS BÁSICOS

11.4.3. IMPORTÂNCIA DA RESENHA

11.4.4. ESTRUTURA

11.4.4.1. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁGRICAS

11.4.4.2. CREDENCIAIS DO AUTOR

11.4.4.3. CONHECIMENTO

11.4.4.4. CONCLUSÃO DO AUTOR

11.4.4.5. REFERÊNCIAS DO AUTOR

11.4.4.6. APRECIAÇÃO

11.4.5. MODELO

11.4.6. CONFERÊNCIA

11.4.6.1. ESTRUTURA

11.4.6.1.1. INTRODUÇÃO

11.4.6.1.2. DESENVOLVIMENTO

11.4.6.1.3. CONCLUSÃO

11.4.6.2. APRESENTAÇÃO

11.4.6.3. AVALIAÇÃO DO TEMPO