Estudo de caso: aplicação de ferramentas de qualidade em uma microempresa

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Estudo de caso: aplicação de ferramentas de qualidade em uma microempresa por Mind Map: Estudo de caso: aplicação de ferramentas de qualidade em uma microempresa

1. Empresa de estudo: atua no ramo calçadista, localizada em Contagem-MG, fundada há 25 anos, atuando no atacado e varejo em sapatos de couro femininos, com espaço físico de 100m2, tendo como colaborador os próprios sócios.

1.1. processo produtivo artesanalcom todas as etapas operacionais pouco automatizadas

2. o mercado globalizado é caracterizado por alta competitividade, necessidade de inovações tecnologicas e rápidas mudanças, assim torna-se crucial a adequação de seus processos produtivos a novos padrões de qualidade visando desenvolvimento de produtos melhores e redução de perdas.

2.1. a qualidade do produto interfere na decisão de compra e satisfação do consumidor

2.1.1. serão utilizadas nesse estudo de caso ferramentas de controle estatístico de processo (CEP) sendo o gráfico de Pareto e o diagrama de causa e efeito. E também foram desenvolvidas analises e implementação de melhorias utilizando-se a ferramenta FMEA (análise de modos e efeitos de falhas) e o programa 5S.

2.2. a metodologia utilizada é quanto a natureza será de caráter aplicado, o metodo será primordialmente qualitativo, com uma pequena coleta de dados quantitativos primários, e o metodo adotado para os procedimentos o de estudo de caso.

2.2.1. brainstorming entre os colaboradores para adequar os indices de severidade, ocorrencia e detecção de acordo com o processo da empresa

2.3. processo produtivo

2.3.1. aquisição de materia prima e o pesponto são terceirizados

2.3.1.1. recebimento do couro

2.3.1.1.1. corte do couro e forro

2.4. podemos observas a interdependencia entre as etapas no processo de montagem.

2.5. proximo passo ferramenta FMEA

2.5.1. maior risco associado foi a etapa de corte

2.5.1.1. trinca na flor do couro

2.5.2. programa 5S

2.5.2.1. comunicação aos funcionários

2.5.2.2. resultados não serão a curto prazo

2.5.2.3. Problema: linha solta

2.5.2.4. execução prática dos 5 sensos

2.5.2.4.1. limpeza do local, utensilios e maquinários,, descarte do que não era necesario e organização dos itens em seu devido setor; delimitação dos setores em especial do estoque com identificação dos itens por etiqueta;

2.5.3. na etapa pesposto

2.5.4. etapa montagem

2.5.4.1. problema: cabedal sujo de cola

2.6. aplicação das ferramentas de qualidade

2.6.1. apos analise foi elaborado um Diagrama de Ishikawa, considerando como efeito a ser analisado cada um dos modos de falha

2.6.1.1. resultados

2.6.1.1.1. mão de obra: falta de conhecimento e preparação

2.6.1.1.2. maquinas e equipamentos: problemas mecanicos, manuseios incorretos e falta de manutenção.

2.6.1.1.3. espaço físico: espaço inadequado, falta de ventilação, ruídos, iliminação insuficiente e odor desagradavel.

2.6.2. coleta de dados em 18 semanas

2.6.2.1. as causas Operador, máquina e costura foram apontadas com 71% das ocorrencias

2.6.2.1.1. amostragem de 100 itens

2.6.2.1.2. necessidade de priorização

2.6.3. plano de ação: para reduzir falhas e aumentar a produtividade do processo

2.6.3.1. mudança de pensamento dentro da organização

2.6.3.2. elaboração de um POP ( procedimento operacional padrão) para cada atividade

2.6.3.3. especificação exigidas para a materia prima para os fornecedores

2.6.3.4. aquisição de moveis e equipamentos novos, incluindo EPI'S

2.6.4. conclusões

2.6.4.1. os resultados obtidos demosnstram a eficiencia e o impacto positivo provocado pelas ferramentas da qualidade.

2.6.4.2. Observou-se ainda a reduçãod e custos com o controle de estoque, diminuição de falhas e aumento da produtividade.