Laten we beginnen. Het is Gratis
of registreren met je e-mailadres
PONTO DE PARTIDA Door Mind Map: PONTO DE PARTIDA

1. CIÊNCIA DE DADOS

1.1. FASE I: WORKSHOPS I E II

1.2. FASE II: CONSULTORIA

1.2.1. 1. Aprofundamento dos problemas da Secretaria e demonstração da importância da ciência de dados

1.2.1.1. 1.1 Realizar um aprofundamento dos problemas enfrentados pelas secretarias

1.2.1.1.1. Tópico 1. Administração físico-financeira

1.2.1.1.2. Tópico 2. Administração de recursos humanos

1.2.1.1.3. Tópico 3. Ensino-aprendizagem

1.2.1.2. 1.2 Entender as aplicações possíveis a partir do mapeamento de especialistas, técnicas e casos

1.2.2. 3. Avaliação das condições da secretaria para implementação de um núcleo de ciência de dados

1.2.2.1. 3.1 Avaliar as condições atuais das redes estaduais de educação em termos de infraestrutura de TI, uso de TIC pela comunidade escolar, coleta e disponibilidade de dados

1.2.2.2. 3.2 Avaliar o nível de maturidade do uso de evidências e dados nas redes

1.3. FASE II: ACADEMIA

1.3.1. 1. Aprofundamento dos problemas da Secretaria e demonstração da importância da ciência de dados

1.3.1.1. 1.3 Disseminação e transferência sobre a importância da cultura de dados (data driven) nos estados

1.3.2. 2. Desenvolvimento do conhecimento interno sobre ciência de Dados

1.3.2.1. 2.1 Repensar o escopo de trabalho do laboratório de dados com base na reflexão sobre as técnicas de ciência de dados, inteligência geográfica e big data para o uso de evidência na tomada de decisão do instituto e secretarias estaduais de educação.

1.3.3. 4. Disseminação e transferência de conhecimento sobre a aplicação das técnicas de ciência de dados para público externo

1.3.3.1. 4.1 Publicação de boletins, artigos, reflexões sobre as técnicas identificadas e seu uso para a resolução de problemas em educação, identificação de conteúdo que possam alimentar o observatório da educação. (CRIE)

1.3.3.2. 4.2 Realizar ciclo de workshops com membros do IU e parceiros externos para construir e amadurecer o entendimento sobre as possibilidades de uso e os benefícios dessas técnicas e ferramentas dentro do escopo de atuação do IU e das secretarias

1.3.3.3. 4.3 Realização de seminário aberto sobre os usos da CD e IG para academia, sociedade civil e terceiro setor

1.3.3.4. 4.4 Construir uma rede de conhecimento e pesquisa sobre o uso de ciência de dados e inteligência geográfica em educação

1.3.4. 5. Refletir sobre eventuais riscos, tais como ouso inadequado das informações

1.3.4.1. 5.1 Discutir e mapear questões éticas inerentes ao uso de ciência de dados que possam representar riscos à violação de direitos.

1.3.4.2. 5.2 Discutir potenciais riscos de reprodução de desigualdades na aplicação das técnicas de ciência de dados.

1.3.4.3. 5.3 Discutir a aplicação das técnicas de ciência de dados face a LGPD e manejo de dados relativos ao programa JF.

2. ENGAJAMENTO SGP

3. GABINETE DE CRISE