Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Amputações por Mind Map: Amputações

1. Conceito: Intervenção cirúrgica em que se secciona circularmente um membro em todo o seu diâmetro para ser ressecado ou a separação traumática ou espontânea de um membro ou de uma parte do corpo.

2. Membro inferior

2.1. Causas: Aterosclerose , diabetes , traumatismos , congênitas e infecções .

2.2. Tipos de Amputação:

2.2.1. Hemipelvectomia: São amputadas a perna inteira e partes da bacia até o sacro

2.2.2. Desarticulação do quadril: A amputação é realizada na área da articulação do quadril

2.2.3. Amputação transfemoral: É a amputação na área da coxa, o osso da coxa (fêmur) é cortado

2.2.4. Desarticulação do joelho: Ocorre quando a articulação do joelho é cortada, retirando-se a panturrilha.

2.2.5. Amputação transtibial: É uma amputação na área da panturrilha, a tíbia e a fíbula são cortadas.

2.2.6. Amputação de Syme: É a desarticulação do tornozelo com ressecção bimaleolar.

2.2.7. Amputação de Boyd: Ressecção de todos os ossos do pé com exceção do calcâneo que é seccionado verticalmente.

2.2.8. Amputação de Pirogoff: Ressecção bímaleolar e de todos os ossos do pé com exceção do calcâneo que é seccionado verticalmente, eliminando sua parte anterior e artrodesando-o a tíbia após uma rotação superior de 90 graus.

2.2.9. Amputação de Lisfranc: desarticulação tarso-metatarso.

2.2.10. Amputação de Chopart: Desarticulação entre o retro pé e o médio pé.

2.2.11. Amputação transmetatársica: Diáfise do metatarso.

2.2.12. Falangectomia: Ressecção das falanges

3. Membro Superior

3.1. Causas: Doença Vascular Periférica, Infecções Crônicas, Diabetes, Tumores e Acidentes de Trabalho

3.2. Tipos de Amputações

3.2.1. Amputação interescapulotorácica: Consiste na remoção de toda a extremidade superior e cintura escapular no intervalo entre a escápula e a parede torácica.

3.2.2. Desarticulação de Ombro: Todo o braço do paciente é retirado, desde o úmero até os ossos da mão.

3.2.3. Amputação Transumeral: A amputação acontece na articulação do cotovelo e do ombro.

3.2.4. DESARTICULAÇÃO DE COTOVELO: Toda a articulação do cotovelo é amputada, preservando o úmero inteiro.

3.2.5. AMPUTAÇÃO TRANSRADIAL: Também conhecida como amputação de braço, a transradial acontece abaixo da articulação do punho e do cotovelo.

3.2.6. DESARTICULAÇÃO DO PUNHO: É a amputação que acontece exatamente na altura da articulação do punho.

3.2.7. Amputação de raio: Ressecção do metacarpo

3.2.8. Amputação de falanges: ressecção das falanges (proximal, media e distal) ou da falange.

4. Surgiu: A amputação mais antiga encontrada, é um crânio humano de 45 mil anos, com os dentes desgastados e alinhados que indica a amputação de membros superiores.

5. Indicações Gerais : Perda irreparável do aporte sanguíneo do membro doente ou lesionado e circulação sem reparo.

6. Como ocorre?

6.1. Antes da cirurgia : São realizados exames de: Sangue, raios-X dos membros, cintilografia óssea. Os testes para a avaliação da circulação sanguínea ajudam a determinar, que parte do pé ou perna de ser amputada

6.2. Pré-operatório: Não se alimentar 12 horas antes da operação;

6.3. No centro cirúrgico: O cirurgião faz uma incisão da pele em torno da área afetada. Os vasos sanguíneos são apertados ou isolados com um cauterizador para evitar o sangramento. O osso danificado é removido, após corte, realiza a lavagem com SF 0,9% para impedir implantação óssea , com formação de espículas ósseas ou calcificações heterotópicas, após esse processo , ocorre a cauterização de vasos sanguíneos e é observado a integridade dos nervos, onde podem ser usados enxertos de pele para ser suturado sem tensionar.

6.4. Pós- operatório: Ocorre a monitorização dos parâmetros vitais e inicia a medicação (antibióticos e outras drogas) , há a observação do membro amputado, bem como da sutura e se há infecção, a movimentação do coto e do membro restante deve ser iniciada 24 horas após a amputação para ativar a circulação.